A Lagoa de Araruama

Conhecida popularmente como Lagoa de Araruama localiza-se na Região dos Lagos, no estado do Rio de Janeiro, Brasil. É a maior laguna hipersalina do mundo, já que sua salinidade gira em torno de 52%, índice que é uma vez e meia a do oceano, e se deve ao fato da característica climática da região onde a evaporação é grande e chove pouco, além de pouquíssimos riachos a desaguarem nela.

Com os seus, aproximadamente, 220 km² de espelho d’água, a Lagoa de Araruama é o maior ecossistema lagunar hipersalino em estado permanente do mundo. Mesmo havendo no planeta outras lagoas hipersalinas, como a Lagoa de Coorong na Austrália, o Lago Enriquillo na República Dominicana e a Laguna Ojo de Liebre no México, nenhuma delas tem superfície d’água grande e constante nas diferentes épocas do ano.

Esse gigantesco sistema lagunar do estado do Rio de Janeiro foi fundamental para o crescimento econômico e social da região.  Pois, além de incentivar o turismo e a pesca nos municípios que são banhados pela lagoa (Araruama, Iguaba Grande, Saquarema, São Pedro da Aldeia, Cabo Frio e Arraial do Cabo), sua elevada salinidade favoreceu à histórica atividade de extração de sal.

A Lagoa de Araruama é separada do oceano Atlântico por uma comprida linha de costa, que compõem a Restinga de Massambaba, tendo uma única ligação com o mar através do Canal de Itajurú, em Cabo Frio.

A Lagoa de Araruama é a segunda melhor raia do mundo para a prática de esportes náuticos.

Dois fatores garantem à lagoa de Araruama a fama de segunda melhor raia do mundo para a prática de esportes náuticos: o espelho d’água com 220 km quadrados e os ventos constantes. Durante todo o ano, a área é frequentada por adeptos do windsurf, do kitesurf e do iatismo.

Praias, ilhas, pontas, penínsulas, esporões e falésias

As pontas, esporões e penínsulas são os acidentes e formações mais característicos da Laguna de Araruama. A ação de ventos e correntes circulares direcionam esporões e pontas para oeste, criando uma sucessão de trechos de terra estreitos que se projetam para o interior da laguna na maior parte de seu entorno, alguns alcançando mais de 6 km de extensão.

São essas pontas, esporões e penínsulas que fazem da Laguna de Araruama uma das melhores raias no mundo para esportes náuticos, como o windsurf e o kitesurf. São 28 pontas e seis esporões. A Ponta das Acaíras (Arraial do Cabo), também conhecida como Arubinha, com 5 km de extensão, é um esporão e é considerado um dos locais mais belos de toda a laguna. Além deste, destacam-se a península de São Pedro da Aldeia (6,5 km de extensão) e as penínsulas do Areal-Hospício (2,5 km) e da Pontinha (1,5 km), ambas em Araruama.